fbpx
Penteados com tranças são uma tendência que nunca sai de moda

Penteados com tranças são uma tendência que nunca sai de moda

Esses dias fiz um post aqui sobre tranças afro, uma cultura que data de séculos antes de Cristo e que até hoje faz a cabeça das mulheres mundo afora. Mas agora falando de tranças de uma maneira geral, é seguro afirmar que penteados com tranças são uma tendência que nunca sai de moda. Elas são românticas, podem ser embutidas, envolver a cabeça toda ou parte do cabelo. Entrelaçadas com outros materiais como fitas ou com tic-tacs nas pontas, as tranças agradam mulheres de todas as idades e são um símbolo da beleza feminina. O melhor de tudo: não requerem nenhum produto específico e podem ser feitas no cabelo molhado ou seco. De garotinhas de cinco anos a penteados de festa e até casamento, a trança é um penteado milenar existente desde a era pré-cristã. Na verdade, muitos afirmam que a história da trança data de 30 mil anos antes de Cristo, podendo ser vista na cabeça da Vênus de Willendorf, figura mítica desse período. Na Idade do Bronze (1200 a 500 A.C.), na Ásia Menor, Cáucaso, Europa Mediterrânea, norte da África e baixo Oriente Médio pessoas já usavam tranças em várias formas e tamanhos, e seus significados iam de desde a tribo a qual a pessoa pertencia até ao estado civil. Tranças também foram encontradas em achados arqueológicos Vikings e até mesmo de índios norte-americanos.

Ideal para quem gosta de mudar o look, esse penteado pode ser uma boa pedida, já que são versáteis e podem ser usadas tanto durante o dia quanto à noite.

O melhor de tudo é que qualquer cabelo pode ser trançado, e mesmo os muito curtos, pois é possível usar fibra sintética entrelaçada ao fio natural. Existem vários tipos de tranças, um mais lindo que o outro. Eu adoro tranças, mas não tenho talento algum pra trançar meu cabelo em casa sozinha. Acho lindo trança embutida, ou aquelas que as alemãs fazem aqui que dá uma volta em torno da cabeça, estilo camponesa. Aliás, aqui na Alemanha, no verão, a gente vê muito cabelo trançado. E na Oktoberfest é praticamente parte do dress code: vestido de camponesa, o famoso Dirndl com os cabelos trançados. As mulheres aqui arrematam com flores por toda a trança. Fica mega romântico!

Quais os tipos de tranças mais comuns? 

De acordo com a hairstylist Erik Salsa Meinberg, do salão Aguinado Cabelos by Andrea, essas são as tranças mais pedidas no salão de beleza:

Trança boxeadora – Ela é perfeita para looks casuais, para o treino e para dias de calor. O melhor é que o penteado dá um toque moderno e superfeminino e funciona para todos os tipos de cabelo: dos curtinhos aos grandões. Não é linda demais?

Trança raiz – pode ser o penteado completo, ou pode vir acompanhada de um toque clássico que ajuda a criar um visual moderno e arrojado.  Estão sempre em alta e podem ser usadas na lateral, embutida ou no topo da cabeça.

Trança despojadaas tranças têm tudo a ver com a temporada quente e o estilo “messy” também pode ser adaptado a elas. Basta caprichar na preparação ondulada e deixar a trançabem frouxinha. O penteado serve tanto para ocasiões mais formais quanto para um encontro de trabalho. Acho esse tipo de trança ideal para noivas ou para compor um look mais romântico.

Trança escama de peixeo penteado é super despojado para usar na praia ou na piscina, mas também combina perfeitamente com ocasiões mais formais! Ao contrário da trança clássica, a escama de peixe é feita com apenas duas divisões de cabelo, ao invés das três da trança tradicional. Então, parece complicadinha, né? Eu nunca fiz e não saberia dizer se fica legal no cabelo afro…

Penteados com tranças

Com rabo de cavalosempre existe a opção de incrementar seu rabo de cavalo com tranças finas que vão dar um toque especial. Elas podem ser criadas na lateral da cabeça antes de prender os fios, no comprimento do rabo e até mesmo envolvendo e escondendo o elástico.

Com coque – a trança feita na parte de trás da cabeça, de baixo para cima fica um charme se for arrematada com um coque alto. E nesse caso, pode ser um coque podrinho, despojado ou rosquinha, depende da ocasião e da personalidade de quem vai usar. Esse penteado valoriza as costas, por isso, combina com um vestido que deixe essa parte do corpo à mostra. Acho bem chique essa versão.

E vocês, gostam de trançar o cabelo? Conseguem fazer isso sozinha? Eu vejo meninas com cabelos super volumosos fazendo tranças incríveis em casa mesmo. Gente, não consigooooo! Sou péssima pra isso, mas acho lindo e quero muito aprender. Alguma dica?

0
Tranças afro nunca saem de moda – técnicas e estilos

Tranças afro nunca saem de moda – técnicas e estilos

Tranças afro nunca saem de moda – técnicas e estilos

Trançar o cabelo nunca sai de moda. Fato. E creio que para quem está cansada do cabelo de sempre, está em transição capilar  ou não quer assumir o cabelo curtinho as tranças afro sejam uma ótima opção. Tô pensando seriamente em aderir e já até escolhi o look, esse aí da foto abaixo. As tranças afro duram até uns três meses e você não precisa lavar a cabeça todo dia. Quem já usou tranças recomenda que se use apenas xampu e nada mais, para evitar o depósito de resíduos no couro cabelo e no próprio cabelo. Além disso é bom usar toucas ou lenços de cetim para dormir, para evitar o atrito da fibra com o travesseiro, criando o friz nosso de cada dia.

Você sabia que as tranças afro datam de milênios ANTES de cristo? Pinturas em cavernas encontradas no norte da África sugerem que as tranças, além de serem uma forma de expressar moda, eram também um costume das sociedades. Um tipo de trança poderia indicar a classe social, se solteira ou casada e até mesmo a idade da mulher. Os penteados com tranças simbolizavam história, mas também eram bastante artísticos. A cultura da trança e seus significados era passada de mãe para filha, e podia variar bastante de uma tribo para outra. Tudo isso durou até o início da escravidão. Nesse período vergonhoso, muitas mulheres capturadas tinham seus cabelos raspados em uma tentativa de despi-las de suas origens e cultura, e prepara-las para a nova realidade cruel e desumana que as aguardava do outro lado do Atlântico. Você já reparou que nas novelas e séries nacionais que retratam o período da escravidão a gente quase nunca vê uma escrava com tranças? A cultura das tranças se perdeu por muitas gerações, mas não morreu. A prova disso é que ainda hoje elas existem e continuam bem populares tanto na África como fora dela. O movimento Black Power dos anos 60 trouxe de volta o orgulho negro e a não-aceitação do padrão europeu de beleza imposto.Trançar o cabelo voltou com tudo, uma forma de autoaceitação.

Tipos de tranças afro: twist, nagó, box braids. Qual a diferença entre elas? Vamos lá.

As tranças nagô são aquelas que ficam presas no couro cabeludo e podem ter formas geométricas. São embutidas e ficam SEMPRE bem arrumadinhas na cabeça. Dá pra ser bem criativa com essa técnica, pois ela permite desenhos diferenciados ao redor da cabeça. Você sabia que na África de séculos a matemática e geometria eram aplicadas à essas trança? Um cuidado: evite apertar demais, pois por ficarem presas na cabeça rente ao couro cabeludo, se muito apertadas elas podem danificar para sempre o folículos capilar, impedindo que o cabelo cresça. Já viu algumas mulheres com regiões da cabeça sem cabelo pelo uso excessivo de tranças muito apertadas?

Twists ou brandi twists na verdade não são exatamente tranças, mas rolinhos torcidos feitos com DUAS mechas (ao invés de três). O efeito é um ondulado torcido. Essa técnica possibilita o uso de outra técnica em conjunto: a aplicação de mechas – inclusive coloridas – com a ajuda de uma agulha de crochê, você pode trançar com o cabelo para trás, semelhante à técnica das tranças na nagô.

As box braids são as mais populares. Por serem tranças soltas são bastante procuradas por permitirem muita liberdade na hora de criar penteados com estilos diferentes. As tranças começam junto a raiz do cabelo, mas sem serem presas ao couro cabeludo. São aplicadas extensões sintéticas cujas cores variam de acordo com o gosto da cliente. Alguns exemplos de material sintético usado nessas tranças: lã (boa pra quem tem cabelo mais liso), kanekalon (para tranças mais grossas) e jumbo (efeito mais natural), cada um desses com suas particularidades.

Você já usou tranças? Me conta aqui os prós e contras. Eu estou pensando em colocar, e se fizer, volto aqui pra contar minha experiência.

 

Fotos 1, 2, 3: Pinterest
Foto 4 by Ezekixl Akinnewu from Pexels

0

SOBRE PL

O Passaporte voltou, sempre interagindo com seus seguidores, com dicas e informações do mundo da moda, beleza, turismo, entretenimento com um olhar de quem vive buscando o inusitado!

Desenvolvido por Digital Helper
Copyright © 2020 Passaporte do Luxo.Todos os direitos reservados.