fbpx
Dá pra ser mãe, trabalhar fora e ter bons hábitos alimentares?

Dá pra ser mãe, trabalhar fora e ter bons hábitos alimentares?

Pergunta difícil, precisa de um post inteiro para respondê-la, mas a resposta é sim. Vamos là. Primeiro, qual a sua definição de bons “hábitos alimentares”? A minha é simples: me alimentar de forma regular, comer o menos possível de alimentos processados e o máximo possível de produtos frescos, cozinhar em casa e tentar diversificar o que meu filho e eu comemos. Isso nem sempre é possível, mas a gente segue tentando. 

🍉 🍌 🍎 

Meu filho toma café, almoça e faz o lanche da tarde na creche. Lá, todos os alimentos são bio e provenientes de um serviço de entrega de comida especializada em cardápios balanceados para crianças. Fico feliz e aliviada em saber que a alimentação dele está em boas mãos. Mas, estamos na Alemanha e aqui se come MUITOS embutidos. São dezenas de tipos de salsichas e frios, fora os patês – os chamados leberwurst. E como o Marcelinho também é alemão, tenho que levar isso em consideração na hora das compras. Por mais que eu queira, tem certas coisa que simplesmente não consigo eliminar do nosso cardápio, pois ele vive aqui e certos alimentos fazem parte do dia a dia da vida na Alemanha. Mas eu limito bastante o consumo. Por exemplo, se uma semana percebo que comemos frios demais, na próxima nem compro, incentivo as frutas  e priorizo os iogurtes. 

🍉 🍌 🍎 

Meu maior desafio é a janta: chego cansada, meu filho precisa ir pra cama cedo e nunca sei o que fazer. Estou aprendendo aos poucos a me tornar mais simples na cozinha, o que se traduz em investir em coisas rápidas e em menor quantidade de comida. Por exemplo, no Brasil na mesma refeição temos arroz, feijão, verdura , salada e uma carne. Aqui tive de aceitar que não consigo manter um cardápio assim diariamente. Não dá tempo, fora que eu tenho ganhado muita gordura na barriga, então reduzir a ingestão de alimentos à noite acabou sendo uma boa idéia. Lá em casa, à noite ou tem um arrozinho com saladinha e uma mistura, ou um bife, frango ou outra carne e uma verdura. 

Coisas que sempre funcionam, são rápidas e fáceis de fazer e as crianças amam: 

  • macarrão parafuso com abobrinha e atum 
  • ovos cozidos com as gemas temperadas com maionese, sal e coentro servido com arroz branco
  • salada caprese (tomate e mussarela), filezinho de frango e arroz
  • sanduíche de pão de forma integral com atum temperado com coentro, cebolinha, sal e um pouco de azeite
  • brócolis cozido, arroz com vagem e carne moída
  • quinoa (amo!) cozida com cenoura ou vagem e bastante alho e um bom bife.
  • batata cozida passada na manteiga com um bom omelete

São coisas simples que sempre dão certo.

Aqui na Alemanha é super comum levar marmita e eu levo a minha de casa. Além de economizar bastante (comer fora todo dia nunca sai barato no fim do mês e aqui não existe vale-refeição) eu meio que controlo assim a quantidade e o que acabo comendo. Mas claro, não sou nenhuma xiita e no meio da tarde rola sim um chocolatinho e um biscoitinho. 

Desde que voltei com 5kg a mais das férias do Brasil tenho tentado comer menos pão, o que aqui é um esforço tremendo. A Alemanha tem mais de 200 tipos de pães, acreditam? Um mais delicioso que o outro. Começo o dia com um copo de suco (minha marca favorita é a francesa Innocent), daí ao chegar ao trabalho como um iogurte com cereal, tomo meu café e lá pelas tantas uma fruta. Não faço isso todo dia. Tem dias que simplesmente quero comer um pão gostoso e não me privo. Adoro pão com manteiga!

🍉 🍌 🍎 

O fim de semana é quando aproveito para ir ao mercado, escolher as coisas com mais calma e cozinhar mais. Um hábito que quero desenvolver: cozinhar em grandes quantidades e ir estocando no freezer para usar durante a semana. Vocês fazem isso? Em quais receitas fáceis e gostosas vale investir?

Beijos!

Lifestyle

Lifestyle

Dá pra ser mãe, trabalhar fora e ter bons hábitos alimentares?

Pergunta difícil, precisa de um post inteiro para respondê-la, mas a resposta é sim. Vamos là....

Uma tour gastronômica pela cidade de São Paulo

Na correria do dia a dia, às vezes, não nos damos conta das maravilhas que estão bem próximas a...

Dez fotos que provam que Rihanna é sim uma diva fashion

A cantora Rihanna sempre dá o que falar com seus looks. Ela lança tendências na mesma velocidade...

Diversidade e Estado Laico são temas da Parada Gay 2017

Estado Laico é o tema da 21ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo que acontece dia 18 de Junho de...

As mulheres do poker: beleza e poder

Que o universo do poker tem seu próprio ciclo de tendências de moda é fato conhecido para os que...
Uma tour gastronômica pela cidade de São Paulo

Uma tour gastronômica pela cidade de São Paulo

Na correria do dia a dia, às vezes, não nos damos conta das maravilhas que estão bem próximas a nós. São Paulo é uma cidade tão dinâmica que alguns restaurantes incríveis abrem e fecham sem que a gente nem fique sabendo, seja por problemas internos ou por falta de...

ler mais
Dez fotos que provam que Rihanna é sim uma diva fashion

Dez fotos que provam que Rihanna é sim uma diva fashion

A cantora Rihanna sempre dá o que falar com seus looks. Ela lança tendências na mesma velocidade com que lança hits! Rihanna não é apenas uma trend-setter, ela abraça as novidades fresquinhas das passarelas, arrasa no streetstyle sem medo de ser feliz, ao mesmo tempo...

ler mais
Diversidade e Estado Laico são temas da Parada Gay 2017

Diversidade e Estado Laico são temas da Parada Gay 2017

Estado Laico é o tema da 21ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo que acontece dia 18 de Junho de 2017 “Independente de nossas crenças, nenhuma religião é Lei! Todas e todos por um Estado Laico” é seu slogan. Já parou pra pensar no papel da religião na visão que as...

ler mais
As mulheres do poker: beleza e poder

As mulheres do poker: beleza e poder

Que o universo do poker tem seu próprio ciclo de tendências de moda é fato conhecido para os que acompanham o esporte: apesar dos profissionais ícones terem seu estilo próprio, a cada época um tipo de look vira quase que uniforme no feltro. Dos chapéus de caubói a...

ler mais
Cabelo crespo – hairstyles após 16 meses de big chop

Cabelo crespo – hairstyles após 16 meses de big chop

E voilà meninas que 16 meses se passaram desde que passei a tesoura geral no cabelo. Não sou muito boa em manter uma rotina bonitinha aqui no blog sobre minhas aventuras capilares. Até porque eu não tenho uma rotina, sabe? Eu faço o que posso com uma casa para cuidar,...

ler mais

Ana Paula Schäpers

Cresceu na periferia de São Paulo, mudou para a Suíça, depois França e atualmente mora com seu filho na Alemanha. Sempre antenada e buscando o melhor de cada destino, adora partilhar suas experiências com pessoas que explorando o mundo feminino, da maternidade, beleza, moda e decoração. Acredita que luxo é viver com criatividade.

Newsletter

Uma tour gastronômica pela cidade de São Paulo

Uma tour gastronômica pela cidade de São Paulo

Na correria do dia a dia, às vezes, não nos damos conta das maravilhas que estão bem próximas a nós. São Paulo é uma cidade tão dinâmica que alguns restaurantes incríveis abrem e fecham sem que a gente nem fique sabendo, seja por problemas internos ou por falta de divulgação.

Uma tour gastronômica pela cidade de São PauloUma tour gastronômica por São Paulo

Resolvi fazer uma pequena lista de locais interessantes e me desafiar a conhecê-los num determinado espaço de tempo. Pode ser 1 mês ou 3 meses, ainda não me decidi. Cada um pode fazer a si mesmo, um desafio parecido. Sair da rotina é essencial para o bem viver. You only live once

Amadeus – frutos do mar

Rua Haddock Lobo 807, São Paulo

Os inúmeros elogios ao local o tornam essencial a esta lista. Cozinha mediterrânea e brasileira, fortemente calcada nos frutos do mar, tem excelente localização. Com decoração clássica e ótimo atendimento, é um local indicado para um encontro especial ou uma boa comemoração. Pode colocar em sua lista porque vale a pena!

Kinoshita – comida asiática e vegetariana

Rua Jacques Felix 405, São Paulo

Quem gosta de comida japonesa, chinesa e tailandesa não pode deixar de conhecer este restaurante. Além da culinária asiática, ele ainda tem muitas opções para quem não gosta de comer carne, o que torna um ótimo local para encontrar amigos diversos e experimentar o menu degustação. O chef é sempre muito elogiado. Tenho que provar tudo!

Ristorantino – italiano

Rua Dr. Melo Alves, 674 Jardins, São Paulo

Considerado por muitos, o melhor restaurante de culinária italiana de São Paulo, o local merece a fama adquirida. Ambiente requintado e elegante, sem perder a essência aconchegante. O cardápio é renovado com certa frequência e o serviço é muito elogiado. Vale o quanto cobra.

PedidosJá – todas as culinárias

PedidosJá é um dos meus favoritos quando estou com vontade de comer algo delicioso, mas não quero ir ao restaurante. Eles fazem entregas para a maioria dos melhores restaurantes de São Paulo, seja uma pizza, um sushi, ou culinária chinesa – há algo para todos os paladares.

Meditação cantada no escuro e novas colaborações

Meditação cantada no escuro e novas colaborações

Por Marcella Paula

O Passaporte do Luxo sempre foi um espaço da Ana Paula se expressar! Mas como ela é phyna e mora na  Alemanha, encontramos a dificuldade de  cobrir cada pauta legal que temos por aqui no Brasil. Sendo assim, estou colocando para fora minhas veias jornalísticas e ajudando-a nesse quesito, vou roubar só um pouquinho da sua atenção. Prazer, eu sou a Marcella, assessora do Passaporte do Luxo e que faz esse bico de blogueira para garantir que o PL seja sempre atualizado e traga as melhores novidades da ponte Europa-Brasil para você!
Meditação no EscuroInspirada pelo post de life coaching e a busca da reconecção da Ana Paula (post que você pode ver aqui), fui convidada para participar de uma meditação cantada no escuro. Fiquei curiosa, sou completamente apaixonada por música e meditar sempre nos tira dos problemas de todo dia. Eu ainda não sabia, mas teria uma experiência bem diferente e conheceria pessoas incríveis.

O espetáculo começa com  o ritual de desligar os celulares e as luzes vão se apagando aos poucos. Ele acontece todas as últimas 5ªs do mês, no Armazém da Cidade, e em cada encontro um convidado conduz a meditação. Por força desse destino maravilhoso, a Renata Rocha, foi a mediadora da vez e nos ensionou uma técnica de meditação por meio da respiração. Se você ainda não conhece o trabalho dela, pesquise um pouco mais aqui.

Meditação cantada no escuro e novas colaborações

A cantoria dos Trovadores Urbanos acontece após um bom tempo de meditação e quando já estamos totalmente no escuro. Segundo eles, “a música no escuro é uma experiência de convivência, que provoca inspiração através da música”. Um estudo de Harvard provou que o cérebro muda a partir da meditação. A plateia fica atenta para o show com o exercício da concentração e respiração, e percebe a melodia e a letra de uma maneira diferente. No meu caso, observei bastante qual reação e emoção cada música me causava, foi surpreendente!

A próxima meditação no escuro será dia 25 de maio, as 21h, no Armazém da Cidade, e terá mediação da Mirna Grzich, uma referência em meditação no Brasil. O valor é de R$45 por pessoa, mas o projeto tem parceria de desconto com o Catraca Livre

Meditação cantada no escuro e novas colaborações

Espero poder falar mais do meu encontro com a Renata Rocha e outras coberturas por aqui. Me conta o que achou do post? Tem dúvidas, críticas, pautas? assessoriapl@passaportedoluxo.com

Sobre life coaching e como se reconectar consigo mesma

Sobre life coaching e como se reconectar consigo mesma

Hoje, eu quero falar de um assunto que nunca abordei aqui: sobre life coaching e como se reconectar consigo mesma. Comecei a fazer sessões de life coaching com uma conhecida dos tempos de faculdade na Suíça e estou adorando. Não apenas tem me ajudado a voltar a olhar para mim mesma, como tem me feito repensar situações e comportamentos na minha vida. Eu não sabia muita coisa sobre o assunto até que surgiu a oportunidade de fazer sessões. E como estou em um momento delicado da minha vida, pensei “por que não”? E desde então tenho me surpreendido.

Sobre life coaching e como se reconectar consigo mesmo

Acho que antes de tudo é importante dizer que life coaching NÃO é terapia, e o coach não é psicólogo. O profisisonal não está apto a identificar ou trabalhar com problemas psicológicos ou mentais. Life coaching não é algo que vai fazer os problemas desaparecerem, mudar seu relacionamento com o marido/noivo/namorado/pai ou mãe, te fazer obter uma promoção no trabalho. O life coaching vai trabalhar com VOCÊ, e somente com VOCÊ, para que as mudanças que tanto almeja venham de dentro pra fora. Como isso é feito é o que eu vou tentar explicar a seguir. Na definição de Loretta Farisco, Coach de Qualidade de Vida, Coordenadora de Compras e Colaboradora do Site “Trinta e Umas”: “O coaching é um processo que auxilia o indivíduo a atingir objetivos através das ferramentas aplicadas por um profissional treinado para este fim. O processo te auxilia a traçar metas, definir objetivos, ter novas visões de uma determinada situação, ter clareza do que se quer e suas principais motivações, se autoconhecer, ajustar pontos cegos entre outras coisas.

É importante não confundir coach com terapia, já que esta olha para o passado. O coaching olha para o futuro.

Sobre life coaching e como se reconectar consigo mesmoAs sessões de coaching focam em como as coisas são hoje e como queremos que elas sejam num futuro próximo. Por exemplo: se eu digo que sinto que deixei minha verdadeira personalidade de lado em prol do trabalho, da maternidade ou do relacionamento, o coach vai me guiar no sentido de descobrir o que eu poderia fazer, dentro das minhas possibilidades, para começar a trazer de volta a verdadeira Ana Paula, perdida em algum lugar aqui dentro. São metas realistas e totalmente alcançaveis, pois a idéia é ir incorporando as mudanças aos poucos.

No meu caso, por exemplo, começar o dia com uma bela música é algo que passei a incorporar à minha rotina. Esse início de jornada musical traduz um pouco do meu lado leve e espontâneo de ser que eu quero resgatar. Me fazer um elogio a cada vez que eu me olhar no espelho é outra maneira de voltar a ser gentil comigo mesma. De lembrar a mim mesma as qualidades que tenho e que, às vezes, seja pelas críticas das pessoas ou pela baixa autoestima, esqueço.

Para que o coaching de vida seja efetivo, Loretta recomenda que o indivíduo se entregue ao processo de forma plena, de mente e espírito aberto e inteiro. Não tenha medo do julgamento. “O coach está ali para te ajudar, e é extremamente gratificante ver o desenvolvimento dos nossos clientes. Acredite, te julgar é a última coisa que ele quer fazer por você.”

Você é incrível
Sobre life coaching e como se reconectar consigo mesmo

O life coaching tem me ajudado bastante a perceber – e aceitar – que a mudança que queremos tem que partir de nós mesmos. Não podemos mudar o outro, mas podemos mudar a nós mesmos. A dinâmica das nossas interações muda porque mudamos por dentro, resgatamos a autoestima e confiança, estamos mais conectadas com nós mesmas e com o universo. Isso se traduz em saber melhor o que queremos e quem somos, e como reagir às situações negativas e pessoas tóxicas. Quando nos conhecemos melhor, fica mais fácil não se deixar contaminar por excesso de críticas, negatividade e falta de estímulo. Nós somos nossas maiores estimuladoras. Precisamos aprender a não depender da validação dos outros para nos sentirmos bem e guiar nosso caminho. Afinal, a jornada é nossa e devemos trilha-la com nossos próprios sapatos.

Outro aspecto importante é identificar o porquê de não estarmos alcançando nossos objetivos. Por que aquele projeto nunca saiu do papel? Por que não estou contente com meu corpo, mas não faço nada para mudá-lo? Achar a raiz da inércia é vital para entender as razões que “emperram” nosso desenvolvimento como pessoa. E uma vez identificadas as causas, fica mais fácil atacar o problema. 

Sobre life coaching e como se reconectar consigo mesmo

Por que procurar um profisisonal de life coaching (ou coaching de vida em português)?
Para Loretta Farisco, “nosso cérebro é o maior sabotador de sonhos que temos. É incrível como criamos teorias, histórias, verdades para nós mesmas. Todas nós fazemos isso o tempo todo. O coach te ajuda a ver e a vencer estes bloqueios que sozinha você não irá conseguir.  Ele te ajuda a vencer a zona de conforto.”

Por hoje é isso, galeres. Pretendo falar bastante desse assunto aqui no blog. Fiquem ligados, porque da próxima vez vou dar dicas de como podemos ser mais gentiis com nós mesmas e nos tornamos mais positivas. Autoestima é o caminho.

beijos e curtam-se muito.

Loretta Farisco no Facebook
Blog Trinta e Umas

SOBRE PL

O Passaporte voltou, sempre interagindo com seus seguidores, com dicas e informações do mundo da moda, beleza, turismo, entretenimento com um olhar de quem vive buscando o inusitado!

Desenvolvido por Digital Helper
Copyright © 2020 Passaporte do Luxo.Todos os direitos reservados.