fbpx
Tons de loiro para cabelos crespos de acordo com o tom da pele

Tons de loiro para cabelos crespos de acordo com o tom da pele

Quem nunca sonhou em ter aquele loiro mel lindo da Beyoncé que atire o primeiro pente! Eu sempre quis fazer umas luzes e pintar, mas nunca tive coragem. Agora que voltei ao cabelo natural estou me animando. Vou deixar crescer mais um pouco e jogar uma cor clara. Por isso resolvi fazer esse post com tons de loiro para cabelos crespos de acordo com o tom da pele. É importante acertar na cor pra não ficar pálida demais ou com os fios parecendo cabelo de boneca.

Tons de loiro para cabelos crespos de acordo com o tom da pele

Engana-se quem pensa que cabelo crespo não pode platinar. Pode sim! Mas se o platinado não é a sua, tem tons de loiro desde o mel até o loiro dourado. E se você não quer se arriscar ainda numa coloração permanente, veja exemplos de luzes apenas nas pontinhas. Cabelo crespo curto com luzes nos cachinho fica lindo, parece queimadinho de sol! E o charme dos curtinhos loiros? Umm cabelo curto platinado pode ficar diferente, fora do lugar comum. Look modernoso.

Eu, particularmente, acho o loiro mel com uma pele morena um arraso! Beyoncé que o diga.
E aí, vamo divar de loiro?

Cabelos crespos vermelhos e ruivos que vão te inspirar em 2016!

Cabelos crespos vermelhos e ruivos que vão te inspirar em 2016!

Vem comigo ver os cabelos crespos vermelhos e ruivos que vão te inspirar em 2016! Os ruivos e vermelhos continuam em alta, mas será que combinam com o cabelo crespo? Eu acho que sim! E pra provar – e te inspirar -, selecionei alguns looks de cabelos crespos ruivos e vermelhos, do curto ao cacheado longo. É pra dar uma ajudinha na hora de mudar de visual. Ruivos e vermelhos em vários tons, dos mais escuros ao mais clarinhos, quase loiro. E crespos de todo tipo, desde o super curtinho ao look afro mega volumoso. Tem até ruiva natural de cabelo crespo (coisa mais linda!).

d565ac80b5880c0ab76f0079aa336bdb

E aí, preparada para a mudança?

Tudo sobre meu big chop e como me livrei da química

Tudo sobre meu big chop e como me livrei da química

Bonjour pra você que anda infeliz com os cabelos quimicamente tratados. Hoje, vou contar tudo sobre meu big chop (expressão em inglês que significa “cortar tudo”), que ocorreu dia 02 de janeiro de 2016. Ano novo cabelo novo. Foi uma tarde de alívio e descobertas. Continue lendo e saiba o por quê.

IMG_0285IMG_0278Em fevereiro de 2015 eu fiz meu último relaxamento. Escolhi um salão da rede Luna Blu em mais uma tentativa de testar algo novo e, quem sabe, ter um cabelo cacheado bonito e saudável. Nunca fui de alisar e ficar na escova. Não tenho paciência, e além disso gosto de cabelo com volume. Porém, sempre relaxei a raiz para dar caimento e conseguir lidar com os fios. Hoje, vejo que não conseguia lidar porque não sabia como lidar. Crescemos sem ser ensinadas a cuidar dos nossos cabelos crespos. Passamos a vida ouvindo que nosso cabelo é “armado demais”, “precisa ser domado”, e conselhos do tipo “dá um amaciamento para baixar”. Além da retomada de consciência em valorizar a beleza dos cabelos crespos, a indústria cosmética também evoluiu bastante. Hoje, a oferta de produtos para cabelos crespos é bastante generosa.

Enfim, meninas, fiquei dez meses em transição. Estava cansada de químicas que, na primeira semana deixam tudo lindo, mas depois o cabelo começa a quebrar, fica ressecado e com aquele aspecto artificial. Não foi fácil, mas também não foi nenhum pesadelo. Como eu já sabia bem o que queria, pouco me importava estar com o cabelo feio ou bonito. E se tem uma coisa que eu aprendi logo cedo na vida, é que, embora importante, a opinião dos outros tem na nossa vida o impacto e a importância que a gente dá. Ninguém gosta de ser criticado, e a gente sabe que a opinião dos familiares e amigos conta muito. Porém, temos de dar um peso limitado a essas opiniões. No fim, quem precisa se sentir bem na sua própria pele – e com o próprio cabelo – é você, não os outros.

Depois do relaxamento no Luna Blu fiquei bastante insatisfeita. E como já tinha feito todo o tipo de relaxamento, resolvi que era hora de tentar algo novo: meu cabelo natural. Vi dezenas de vídeos, fotos e relatos de meninas que largaram a química e partiram para o natural. E todas, absolutamente TODAS tinham o cabelo lindo de viver! Se elas conseguiam viver sem química e ter um cabelo lindo, eu também ia conseguir.

Desafios
O maior desafio é que tenho muito cabelo e (felizmente) ele cresce rápido. Isso é uma vantagem, mas durante a transição torna-se um ponto negativo. Tinha enorme dificuldade em desembaraçar os fios durante a lavagem. O cabelo caia que era uma beleza. Chegou num ponto em que eu larguei de mão: lavava uma vez por semana e desembaraçava só as pontas. Nem me preocupava em cuidar muito. Isso é ruim, mas foi meu jeito de lidar com a situação. Tinha dias que ficava com raiva e queria eu mesma enfiar a tesoura em tudo. Resisti. Me mudei para Paris no fim de setembro, e aqui tem o frio que detona com cabelos com química. Ou seja: eu teria de dar um jeito no cabelo de qualquer jeito.

Ana Paris

Truques
Lancei mão de lenços e headbands para driblar o cabelo ressecado de duas texturas. Eu prendia o cabelo e deixava as pontas no alto, colocava uma headband e pronto (como na foto acima). Fica estiloso. Outro truque que usei: lavava e fazia um coque bem elegante. Completava com uma maquiagem e brincos bonitos e pronto.

Não sofri muito, não. Sou uma pessoa bastante despachada, e se o cabelo não estava legal eu dava um jeito de compensar com um look bonito, uma make bem feita e acessórios. Não estava nem aí se alguém achasse meu cabelo bonito ou feio. Como não estou até hoje, he he.

Big chop 
Faz duas semanas que cortei tudo. Eu poderia ter cortado os fios muito antes dos dez meses, mas não queria um cabelo hiper curtinho. Finalmente, em dezembro de 2015 eu estava de saco cheio mesmo e falei: “no primeiro dia útil do ano eu corto esse cabelo”. Liguei no Niwel de Paris e marquei para o dia 02/01. Cheguei, falei o que queria e iniciamos o corte. A cabeleireira inventou de fazer umas mechas, beleza. Daí cortou o cabelo e decidiu deixar umas pontas longas. Nananinanón, corta tudo! Ela hesitou. Reafirmei: corte todo o cabelo com química, deixe somente o natural. Ela cortou resmungando, não sem avisar umas 500 vezes: “vai ficar muito curto”. Ok gata, I get it.

Quando saí do salão foi muito show. O Niwel fica dentro da Galleries Lafayette, ou seja: só luxo e poder! Me senti muito bem desfilando pela Lafayette com meu curtinho poderoso.

Abaixo, o cabelo ressecado e embaraçado, pouco antes de receber o corte.

IMG_0274

Se vocês reparem bem na foto abaixo, a parte mais escura do cabelo é toda raiz. IMG_0280

Ahhh que delícia!
Ter o cabelo curtinho, natural e fácil de lavar. Nossa, quanta diferença. E meu cabelo não está assim tão curto, não. Valeu muito a pena esperar tanto tempo para cortar. Acreditam que eu nem sabia mais como era meu cabelo? Gente, meu cabelo tem cachos. C A C H O S ! A coisinha mais linda os cachinhos no meio da cabeça. É um cabelo grosso, forte e com brilho. Estou louca para vê-lo crescer e se avolumar! Posso dizer que estou in love com meu cabelo. Parece que estou descobrindo algo que nem sabia que existia. Agora sim faz sentido gastar em produtos para cuidar do meu cabelo, e não de um cabelo formatado pela química.

Depois de lavado e finalizado. Ficou baixinho assim porque a cabeleireira usa uma técnica de esfregar a palma da mão para formar cachinhos.IMG_0285 IMG_0284IMG_0296

Um detalhe bacana: depois de cortar, recebo muito mais olhares e elogios na rua.

Vou caprichar nos acessórios, nos brincões e na maquiagem! Estou muito feliz e louca para ver esse cabelo crescer forte, saudável e NATURAL!

IMG_0319

A primeira foto sou eu. Espero chegar na foto número quatro daqui um ano. Será que consigo? Meninas, comentem e compartilhem. Contem o que acharam do meu novo look, e se já passaram ou planejam passar pela transição.

beijos!

Resenha – Vale ou não a pena comprar a linha Morte Súbita, da Lola Cosmetics?

Resenha – Vale ou não a pena comprar a linha Morte Súbita, da Lola Cosmetics?

Oi meninas

Conforme prometido, aqui vai minha opinião sobre se vale ou não investir na linha Morte Súbita, da Lola Cosmetics. Eu comprei a linha há cerca de três meses e trouxe todos os produtos para a Europa. Tenho usado somente esta linha, desde então. Porém, antes de iniciar falando da linha propriamente dita, quero chamar a atenção de vocês para o nome “Morte Súbita”. Um nome que me causou estranheza a primeira vez que ouvi. E ainda causa… Nunca entendi a escolha desse nome, muito menos o conceito que ele tenta passar. “Você vai rezar por uma morte lenta”. Oi?Eu não quero a morte súbita do meu cabelo. Eu quero que ele renasça e cresça bonito, forte, saudável. Mas vamos falar do que interessa, do shampoo e máscara de tratamento Morte Súbita.

Lola

Xampu Lola

Devo dizer que o preço é salgado, e muito. Quando comprei os produtos, levei também um creme para pentear da Lola Cosmetics, e a conta ficou em tipo, uns 200 reais! E isso porque comprei a versão de 300 e 450 gramas de cada pote. Achei muito caro.

Os produtos são bons sim, tratam o cabelo, deixam os fios brilhantes e com aspecto saudável. Eu gosto muito do shampoo, pois é o único produto que limpa meu cabelo de verdade com apenas uma aplicação. Aliás, a fabricante diz para aplicar o mesmo apenas uma vez, e é o que eu faço. Fica super limpo e a caspa é toda removida. A textura granulada é bastante interessante e faz uma verdadeira massagem no couro cabeludo. Isso é ótimo para ativar a circulação e melhorar a oxigeranação do bulbo capilar. Porém, por causa de sua textura sólida, muitas vezes o shampoo cai em ‘pedaços’ no chão. Para isso, criei um novo método: eu deixo cair água do chuveiro dentro do pote, formando um líquido espumoso. E depois derramo esse líquido nos cabelos. Funciona que é uma beleza! Mas só faço isso na pressa, pois a ideia do produto é de promover uma esfoliação no couro cabeludo.

lola_morte_subita_450g

A máscara é bastate cremosa e espalha bem. Eu procuro deixá-la nos fios o máximo de tempo possível para maximizar o efeito. Como eu estava em transição capilar quando comecei a usar a linha, percebi que conseguia desembaraçar os fios mais facilmente durante o enxágue. O resultado era um cabelo com brilho, super limpo (adoro!), e muito mais macio que eu conseguia finalizar facilmente.

Se vale ou a pena comprar a linha? É uma questão bem pessoal. Os produtos são caros, eu particularmente acho que o preço poderia ser melhor. Eu comprei para experimentar e não me arrependi. Porém, devo dizer que não são produtos excepcionais. Em inglês existe a expressão “overrated”, que significa algo super valorizado além do que deveria. Percebi isso nas redes sociais. Muito zunzunzum em todos da linha Morte Súbita como se fosse a solução final para cabelos sem vida e saúde. A linha é sim muito boa, mas acho que a relação custo benefício deixa a desejar. Se fosse um pouco mais barata seria incrível, pelo fato de oferecer um produto pensado para o cabelo crespo, de alta qualidade, por um preço acessível. Setenta e cinco reais numa máscara não é um valor que toda menina consegue pagar, e ainda tem o shampoo, que custa 65 reais. Hoje, no mercado, existem produtos de ótima qualidade para cabelos crespos que custam bem menos. Você pode até não obter o mesmo resultado na primeira lavagem, mas a médio e longo prazos sim.

lola-milagre-diet-cream-400g

Por último, tenho usado também o diet cream Milagre! para pentear, também da Lola Cosmetics. Adoro! Deixa um cheirinho gostoso no cabelo e finaliza sem pesar. É daqueles produtos que ajudam a modelar os cachos, mas não deixam os fios com aspecto de “encharcados” ou gordurosos. O preço dele? 62 reais! Mas dura bastante, viu?

Produtos: Milagre Diet, creme de finalização; Shampoo Morte Súbita Super Hidratante que promove uma esfoliação capilar; Máscara Morte Súbita Super Hidratante. Todos da Lola Cosmetics.

Aprovado! Recomendo.

PS: Meu celular morreu, e perdi TUDO o que tinha armazenado nele, inclusive as fotos que tirei do antes e depois do Morte Súbita 🙁 Vou colocar o link das fotos no Instagram.

Eu – https://www.instagram.com/p/6KgtIoL9Lm/
Minha irmã – https://www.instagram.com/p/6IcFTHr9BE/?taken-by=passaportedoluxo
Os produtos – https://www.instagram.com/p/6DToZmL9JT/?taken-by=passaportedoluxo

Dicas para cuidar do cabelo crespo e cacheado na Europa

Dicas para cuidar do cabelo crespo e cacheado na Europa

Bonjour mes amours!

Uma seguidora do Passaporte do Luxo no Facebook (clica e me segue lá) ,que vai se mudar em breve para a Suíça, sugeriu o tema desse post: como cuidar do cabelo crespo e cacheado na Europa. Amei a sugestão, pois é um tema muito bacana que suscita dúvidas das crespas e cacheadas esbanjando beleza no Velho Continente. Eu mesma sofri muito na Suíça por causa do frio, da água (cheia de calcário) e da falta de produtos para cuidar do meu cabelo. Entre 2006 e 2008 meu cabelo era feio mesmo, quebradiço e muito ressecado. Agora vou contar para vocês como venci as imtempéries climáticas e consegui deixar meu cabelo bonito, macio e bem tratado.

Vale dizer que durante todo o tempo em que eu morei na Europa, entre 2006 e 2013, eu fazia relaxamento nos fios com uma brasileira. Nunca alisei, não fazia escova, usava o cabelo cheio, meio black meio cacheado como sempre gostei. Apenas relaxava a raiz para deixá-lo mais solto e maleável. Mesmo assim, a química estragava os fios (como sempre!) e depois de alguns meses começava a quebradeira, o ressecamento, a caspa e outros problemas. Bem, mas vamos aos fatos. Antes, porém, quero ressaltar que o europeu ADORA nosso tipo de cabelo. O meu sempre fez e faz o maior sucesso! Não é incomum ter gente pedindo para tocar, perguntando se é de verdade, elogiando. Se no Brasil as pessoas ainda estranham cabelo com volume e atitude, na Europa nossa cabelera é tida como bonita e diferente.

Eu, em dois momentos diferentes com meu cabelito: em Genebra (Suíça), e em Chamonix (França)

Photo_052007_012DSC00061

Existem três fatores que impactam de forma negativa a saúde dos cabelos na Europa. São eles: a água, o frio e o calor do aquecimento artificial.

A água – Em países como Suíça, França e Alemanha a água tem muito calcário. É água que vem direto das montanhas, e seu nível de calcário é tão alto que deixa manchas na louça do banheiro e da cozinha. Em toda casa tem produtos de limpeza específicos para remover essas manchas. Dá para ver o calcário se acumulando no fundo da chaleira elétrica, por exemplo. Agora imagine quanto desse calcário não se acumula nos fios e couro cabeludo toda a vez que você lavar os cabelos? É muita coisa, gente. E com o passar das semanas o cabelo começa a pesar. Você vai perceber seus fios engrossarem e o cabelo ficará àspero ao toque. Isso deixa as madeixas armadas, super ressecadas e opacas. Mas qual a solução contra esses efeitos indesejados do calcário?

Meu primeiro e mais importante conselho: traga litros de xampu antiresíduos do Brasil. Usar o xampu antiresíduos pelo menos duas vezes por mês vai garantir que o cabelo fique livre dos efeitos progressivos do calcário. Além do mais, é ótimo para livrar o couro cabeludo de outras impurezas.

O segundo conselho é hidratar, hidratar e hidratar o cabelo.

O frio – Gente, vocês não tem idéia de como o frio intenso maltrata o cabelo. Estamos falando de frio próximo ou abaixo de zero. Sabe como a nossa pele fica no inverno se a gente não usa creme no rosto? Pois, com o cabelo não é diferente. O frio resseca mesmo, deixa o cabelo com aspecto de palha e sem brilho. A solução é usar ótimos cremes sem enxágue, óleos e um spray hidratante pela manhã para umidificar os fios. É importante repor a umidade, pois o frio realmente deixa os cabelos ásperos.

O sistema de calefação – Pra aguentar tanto frio existe o sistema de calefação, os aquecedores. Tem em todo lugar, e você precisa se cuidar, pois o calor artificial danifica o cabelo e a pele. Dormir num quarto aquecido é certeza de acordar com o efeito pele esticada. Parece que a pele vai se rasgar. O jeito é hidratar mesmo. E os cabelos pedem o mesmo cuidado. Por isso, é importante, além de hidratar e usar bons finalizadores, ter um borrifador feito com água, creme e vitaminas para deixar os fios maleáveis.

Invista em boas linhas se quiser manter o cabelo bonito e hidratado. Eu penei muito até descobrir três linhas maravilhosas. Alternava a cada dois meses e super recomendo todas, além de outros produtos que valem o investimento. Não entre em pânico se onde você morar não tiver acesso a linhas específicas para cabelos crespos. Existem linhas profissionais que fazem muito bem o trabalho.

L’Oréal
A marca tem uma gama de tratamento excelente dentro da linha Kérastase.

Kérastase Oleo Curl – Na minha opinião essa é uma das melhores linhas de tratamento que já usei no meu cabelo. Já no xampu a gente vê a diferença: o cabelo fica maleável. Com o tempo o brilho e a saúde dos cabelos vão fazer você querer usar essa linha pra sempre. São vários itens, e além do xampu eu usava a máscara de tratamento e o creme para pentear. O único contra é que esse creme é pequeno para quem tem muito cabelo, e acaba primeiro que os outros itens. Nessa época não conhecia a fitagem, e se fosse hoje teria de comprar pelo menos uns dois tubos de creme leave-in. Super recomendo e assino embaixo.

cure_oleo_curl_2A linha Kérastase Bain Satin é outra maravilhosa. Se você prefere algo mais leve que a Oleo Curl, porém tão bom quanto, a Bain Satin é uma ótima escolha. Recomendo para quem tem cabelo oleoso na raiz ou está com o cabelo super OK, mas quer continuar dando aquele trato VIP.

A segunda linha é da RedKen, a Real Control. Muito boa, e funciona que é uma beleza nos cabelos crespos. Meus fios adoram. É menos densa que a Kérastase, mais leve, mas o efeito é ótimo. Sei que a RedKen tem uma linha para cachos, a Fresh Curls, mas nunca usei. Para tratar, a Real Control é uma das melhores do mercado.

real-control-familyA terceira linha é a Keracare, da Avlon. Foi um feliz achado encontrar esses produtos. São específicos para cabelos crespos e funcionam muito bem no clima europeu. A Avlon é uma marca que vale descobrir, eles têm muitos produtos bacanas, inclusive para crespos naturais. Se você nunca ouviu falar da Keracare, experimente. São produtos de alta gama para quem gosta de um cabelo com atitude.

Keracare

E pra finalizar, um produtinho que descobri na Europa e vale MUITO o investimento:

Orofluido – Ai gente, pensem num óleo luxo para o cabelo? E isso bem antes da onda dos óleos de argan invadirem o mercado brasileiro. Pensem num cheiro chique de doer? Pensem numa maciez? Nossa, amo de paixão esse óleo. Ainda não encontrei nada parecido com ele.

OrofluidoE não se esqueçam de comprar um excelente difusor, coisa que recomendo que façam na Europa. Os do Brasil tem a boca pequena e estreita. Os daqui tem a boca larga, perfeita para modelar os cachos. Por causa do clima seco, o cabelo tende a não cachear. Fora que no inverno tem que usar secador pra sair na rua, neam? Ou o cabelo congela kkkk. Sério.

Eu usava um como esse da foto.
se_che_cheveux_diffuseur_froid_bon_ou_mauvais_bien_capillaire_sans_abimerBeijos e espero que as dicas sejam úteis.

Foto de capa: Le CurlShop

SOBRE o PL

O Passaporte voltou, sempre interagindo com seus seguidores, com dicas e informações do mundo da moda, beleza, turismo e decoração, com um olhar de quem vive buscando o inusitado!

Desenvolvido por Digital Helper
Copyright © 2020 Passaporte do Luxo.Todos os direitos reservados.