fbpx
Decoração de quarto infantil de design e estilo escandinavos

Decoração de quarto infantil de design e estilo escandinavos

Acho que já falei pra vocês que sou apaixonada por design escandinavo e o estilo de móveis e decoração usados naquela parte da Europa. E para quem pensa em fugir um pouco dos clássicos azul + branco e rosa + branco na hora de montar o espaço da criança, separei algumas Idéias de decoração de quarto infantil de design e estilo escandinavos. Os nórdicos gostam de linhas retas, design simples e clean, e muito material natural como o pinho em estado bruto. Investem bastante em objetos que remetam aos vickings e ao estilo navi. O uso de pelúcia – ou a pele natural – são bastante comuns também. Simplicidade e luz são as palavras chave.
Vocês vão ver que é possível usar, inclusive, cores fortes, como o vermelho e o preto. A madeira natural entra pra quebrar a ‘dureza’ de uma parede azul escura ou cinza. Ou para criar um quarto contemporâneo se combinada à cor branca. E para deixar o ambiente calmo e aconchegante, nada melhor que tapetes e lâmpadas em cores claras. Se você tem mais de um filho, vai adorar as sugestões de quartos duplos e até triplos.
Outro detalhe que vale anotar é o uso de tendas e castelinhos de tecido. Eles servem pra aguçar a imaginação dos pequenos e oferecem mais uma opção de ambiente pra brincar e ler. Todas as inspirações abaixo foram retiradas de um site alemão que amo, o Houzz. Não esquece de dizer o que achou nos comentários.
 Kinderzimmer
Boho Scandinavian Girls Room
Boho Scandinavian Girls Room
Boho Scandinavian Girls Room
Boho Scandinavian Girls Room
Miniroom.se
Kita Haus am Meer
Houzzbesuch Anna Cor
Modern Kids Room
Vivienda en Barcelona
My Houzz: Revamped Flea Market Finds add personality to a Dutch home
Alpenchic
Baby T
Habitaciones Infantiles
Kinderraumwunder "Lilo 2 Jahre"
Alpenchic
Скандинавия с тремя детским.
Duplex Parisien - Children
Vivienda en Barrio Salamanca (Madrid)
Childrens Bedrooms
Reforma de vivienda en la Bonanova, Barcelona
Camping Themed Kids Bedroom Lifestyle
Glenloch
Huus 12 noch eenmal
Carisse Lynelle Design, Berkeley
Kvarnen
Rénovation et décoration d
Fleminggatan #1
Sibyllegatan
NOGA Changing Table
Inredningcase av Privat kunds hem
Нежный Нижний
Scandi-inspired sleep spaces with Gyprock
Rénovation d
Warm and Inviting Gender Neutral Nursery
RES4 - Union Square Loft - Playroom
My Home
Vägg Caparol Kulör Arctis 80, Coelin 50 / Wall Caparol Colour Arctis 80, Coelin
Barnrum
Эдельвейс
Habitaciones infantiles
Östermalmsgatan 78
Scandinavian Children
Gostou? Compartilha.
bisous, kusse
Como montei um quarto infantil lindo em Paris com 120 euros!

Como montei um quarto infantil lindo em Paris com 120 euros!

Oi meninas mamães, tudo bem? Vocês acreditam numa economia mais colaborativa e num consumo mais consciente? Eu acredito. Por isso, resolvi contar como montei um quarto infantil lindo em Paris com 120 euros! Como vocês sabem, eu tenho um menino de dois anos, o João Marcelo. Nos mudamos há poucos meses para a França, e foi preciso comprar tudo novamente para ele. Eu já gostava muito da linha Mammut, da Ikea, uma rede de móveis e tudo para o lar escandinava muito popular na Europa toda. São móveis concebidos pensando na segurança da criança, e a partir da perspectiva dos pequenos. Têm quinas arredondadas, não são muito altos e o material oferece pouco risco de acidentes. Só que na loja, com os itens que eu queria, ficaria entre 700 e 800 euros! E muitos dos itens não se encontravam mais disponíveis. Mas, eu estava muito apaixonada para abrir mão. O jeito foi considerar as alternativas. E eis que achei um site popular aqui chamado Le Bon Coin (www.leboncoin.fr), um lugar onde todo mundo vende de tudo. De bolsa de grife a panelas, acha-se qualquer coisa.

Me muni de tempo e paciência para procurar em sites de desapego, enviar emails, SMS e aguardar respostas. Achei uma pessoa que estava vendendo a linha quase novinha por um preço incrível. Mas era longe demais e, infelizmente, tive de desistir.

IMG_0565

Dias depois, quando já estava quase partindo pra outra, vi um anúncio que propunha a cama, o estrado, o colchão, criado-mudo, guarda-roupa, mesa e cadeira por 150 euros!! E pertinho do nosso futuro endereço. Olhei as fotos e tudo estava em ótimo estado, perfeito mesmo. Escrevi na hora propondo comprar por 120 euros (sim, eu pechincho muito!) e retirar em poucos dias. O vendedor aceitou e buscamos a linha um dia antes de nos mudarmos para o novo apartamento.

Ai gente, é a coisa mais fofa, como podem ver nas fotos. Tudo em excelente estado. Fizemos um ótimo negócio! E a cama ainda veio com uma folha que fica tipo um céu por cima da criança. A resolução das fotos não é boa, pois foram tiradas com um iPad antigão, mas tá valendo.

Acho muito bacana quando o desapego de uma pessoa representa a alegria de outra. Não tenho o menor problema com isso. Existem coisas ótimas de segunda mão vendidas por menos da metade do preço. Só precisa de paciência para procurar. Pra mim, sustentabilidade também é isso. E, ao dar nova vida a um produto útil, a gente cria um consumo mais coerente. Não perdemos nada em ter comprado uma linha usada, pelo contrário. Economizamos dindin e meu filho ganhou um quarto lindo por uma pechincha.

IMG_0560

E daqui um tempo, quando ele estiver maior e se os móveis estiverem em bom estado, venderei para outra família, a um preço bem acessível. Assim, outra criança vai poder ter um quarto fofo gastando pouco. Adoro isso aqui na França. Tem feira de brinquedos usados com coisas muito baratinhas ou de graça. E nessas feiras as famílias trocam brinquedos entre si, roupinhas, calçados, livros e itens infantis do dia a dia. Não entendo porque jogar fora algo que funciona perfeitamente, ao invés de passar pra frente. Tem, inclusive, sites de doação de tudo o que você imaginar.

Dicas para comprar itens usados online:

–> Comece perguntando sobre o motivo da venda (mudança, adquiriu um novo etc.)
–> Pergunte a data de compra do objeto (quanto mais antigo, mais a aparência muda)
–> No caso de eletrodomésticos ou eletrônicos, pergunte se o produto já deu problema e se já precisou ser reparado.
–> Pergunte sobre o aspecto físico para não ter surpresas: tem marcas externas? falta alguma peça, pegador? A pintura está em dia? Em caso de pintura descascando e riscos, você já pode pedir um desconto.
–> Faça uma proposta baseada nas respostas aos itens acima, dentro do bom senso, claro!
–> E esteja preparado para ir buscar o item. Os vendedores dão preferência a quem retira em poucos dias, e a quem está com pressa para comprar.

Economia local e colaborativa. Troca de objetos entre famílias. Feiras comunitárias de compra e venda de itens infantis usados. Uma idéia que, espero, cresça e se espalhe pelo Brasil.

beijos

Passeando em Paris com carrinho de bebê

Passeando em Paris com carrinho de bebê

Paris é Paris, mesmo com carrinho de bebê. Andar pela cidade empurrando o pequeno não é problema, pelo contrário. É bastante agradável, com calçadas largas e planas, muitos parques e pracinhas de jogos, e muita coisa para ver! E quando cansar, é só parar num café e dividir un pain au chocolat com seu baby.

IMG_9852 IMG_9818

Eu adoro andar a pé, gente! Acho um desperdicício ficar underground numa cidade maravilhosa como Paris. Porém, é uma cidade relativamente grande, e usar o metrô é uma necessidade real. Aliás, o metrô funciona bem e cobre a cidade inteira. O inconveniente de sair com carrinho de bebê de metrô, é que a maioria das estações são antigonas e não tem elevador. Resultado: se estiver sozinha, vai se ver parada em frente às escadas, esperando pela boa vontade alheia. Mas, não se preocupe, ao ver uma situação dessas, os parisienses param e oferecem ajuda.

Eu não tenho nenhum problema em sair e contar com a ajuda de estranhos para levantar o carrinho nas escadas. Sou despachada e acho que confraternizar com estranhos é uma ótima maneira de “se apropriar” da cidade, de viver localmente. O João Marcelo fez dois anos e anda e corre que é uma beleza. Porém, ainda preciso do carrinho. Quando ele cansa pede colo. E queridas, dar colo para um meninão de mais de 13 kg é dor nas costas na certa, kkkk. E no carrinho ele tira sonequinha e dá um refresco pra mamãe aqui tomar um café ou babar nas vitrines de moda.

IMG_9703 Marcelinho, causando em Saint-DenisIMG_9746 Uma rua em Saint-DenisIMG_9739 IMG_9722 IMG_9751 Uma das coisas de que gosto é andar pelos mercados e ver a diversidade das especiarias, queijos e vinhosIMG_9754 Mesmo que você conheça pouco a cidade e não souber onde ir, a Champs-Elysées está aí pra ajudar. Subir de um lado até o Arco do Triunfo, e depois descer do outro até a Place de la Concorde é um programa delicioso. As pessoas, as vitrines, as línguas, a arquitetura. Tudo impressiona.IMG_9768Marcelinho sendo ele mesmo…
IMG_9822 IMG_9772

Na Champs-Elysées é comum ver esses carrões estacionados para os turistas darem uma voltinha (paga). Resolvi brincar de rica… he he.IMG_9801 IMG_9784 IMG_9828

Paris oferece bons programas para crianças, além de ter parques ótimos para piqueniques ou para dar a meninada correr solta. Logo mais falarei deles.

au revoir

Dicas para montar um enxoval mesmo sem saber o sexo do bebê

Dicas para montar um enxoval mesmo sem saber o sexo do bebê

Bonjour mes fleurs!

Hoje quero falar de um assunto bem fofo e gostoso: enxoval de bebê. Sim gente, eu sou mãe e já passei por isso. Na época da minha gravidez optei por cores neutras como creme e verde, e só adquiri peças azuis quando soube que era menino. Agora, quero dar dicas para montar um enxoval mesmo sem saber o sexo do bebê. Por exemplo, o quarto do João Marcelo era super neutro, clarinho, com móveis brancos e paredes na cor creme.

Aqui, o meu pequeno, com dez dias de vida, dormindo tranquilamente no tapete de atividades. Dicas para montar um enxoval mesmo sem saber o sexo do bebê

Coloquei cores nos detalhes, como as cortinas verde, marrom e branco, tapete nas mesmas cores e kit de higiene verde de bichinhos. Para o carrinho, escolhi um modelo vermelho e preto que super funciona para meninos e meninas. Preferi assim, pois além de achar lindo, pensei na possibilidade de uma surpresa na hora H. Eu soube no quinto mês que era menino, maaasss, nunca se sabe. Bebês adoram nos surpreender!

Há aqueles pais que preferem a surpresa mesmo. Isso não quer dizer que os detalhes da chegada do bebê não merecem a atenção adequada. A seguir, você encontra dicas da Lory Buffara, do Mommy’s Concierge, e da Tricae, e-commerce de produtos infantis.

Roupas 
Aqui, a dica fica para que os pais utilizem até os 3 meses de idade, cores neutras, como branco, amarelo e verde. Depois desse período, a ideia é começar a inserir elementos que definam o sexo do bebê, como laços, sapatinhos e tiarinhas.

Body manga curta amarelo da K'rtel - R$ 8,90 na Tricae Conjunto canelado Tricae Recém Nascido - R$ 19,90 na Tricae

Para as roupinhas de maternidade, a dica é escolher um modelito especial para a primeira roupa do bebê. Selecionar tons neutros e que transmitam a tranquilidade desse momento único para mães, pais e bebês.

Quarto 
Decorar o quarto do bebê não é um grande problema para aqueles que não sabem o sexo. A sugestão aqui é usar tons neutros (branco, bege, cinza, verde água) como base da decoração. O estilo provençal, por exemplo, combina com ambos os sexos. Depois que você cria a base para a decoração, pode ir adaptando o espaço com cores e itens que vão alegrar ainda mais o ambiente.

Poltrona de amamentação branca da Fratello - R$ 504,90 na Tricae Berço 3 em 1 da Multimóveis - R$ 409,90 na Tricae

Produtos 
Para os pais que não sabem o sexo do bebê, a ideia é comprar, por exemplo, o carrinho do bebê ou o bebê conforto em tons de preto, cinza ou vermelho. Além disso, comprando os produtos nessas tonalidades, os pais podem utilizá-los, quem sabe, para um segundo bebê!

Cadeira para auto da PegPérego - R$ 799,00 na TricaeBrinquedos 
Nesse item os pais podem abusar das cores! A ideia é sempre comprar brinquedos que tenham muitas cores, o que normalmente chama muito a atenção dos bebês. Não se limitem a um determinado estilo, cor ou formado. A ideia aqui é: quanto mais colorido mais seu bebê irá amar! Eu pessoalmente não gosto dos barulhentos, mas isso vai de cada um.

Modedores de fruta da Dican - R$ 19,90 na Tricae Brinquedo educativo fazenda musical da K's Kids - R$ 139,90 na Tricae

Gostaram das dicas? Como foi com vocês na hora de fazer o quarto do neném?

Festa do meu bebê com o tema “O Pequeno Príncipe”

Festa do meu bebê com o tema “O Pequeno Príncipe”

E quem diria que este dia chegaria tão rápido? Doze meses se passaram desde o nascimento do meu filho (22/11/2013), mas é como se ele sempre tivesse feito parte da nossa vida. Foi um ano cheio de descobertas e desafios; 2104 vai ficar marcado na minha vida como o ano em que eu descobri o verdadeiro significado do amor incondicional. Quando nasce uma criança nasce também uma mãe. Eu renasci. E ver meu filho completar um ano deu uma tremenda sensação de “missão cumprida”. Satisfação mesmo de ver a cria avançando, progredindo, conquistando independência.

Não sou da realeza, mas sou mãe de príncipe.

Festa do meu bebê com o tema "O Pequeno Príncipe"Festa do meu bebê com o tema "O Pequeno Príncipe"Festa do meu bebê com o tema "O Pequeno Príncipe"

E para marcar esse ano cheio de emoção nós preparamos uma festinha para o nosso garoto. O tema da festa foi “O pequeno príncipe”, pois sou fã desse livro e já o li diversas vezes. Acho que toda criança de zero a 100 anos deveria ler e reler esse livro. Sempre disse que se um dia tivesse um menino o primeiro aniversário dele teria o pequeno príncipe como tema. Todas as referências estavam lá: o avião de Antoine de Saint-Exupéry, a rosa, o carneiro, a raposa, a coroa do príncipe e até a tore Eiffel!

Festa do meu bebê com o tema "O Pequeno Príncipe" Festa do meu bebê com o tema "O Pequeno Príncipe" Festa do meu bebê com o tema "O Pequeno Príncipe"

Mas vamos ao que interessa: foi uma festa pequena, para poucas pessoas, mas os detalhes fizeram toda a diferença. Ao invés de gastar rios de dinheiro num buffet infantil, optei por fazer a festa no salão do meu prédio e investir nas lembrancinhas e na decoração. O resultado ficou muito fofo, saiu em conta e todo mundo elogiou. Minha irmã Simone fez o bolo, a decoração é daqui de Guarulhos mesmo e as lembrancinhas comprei pela internet em lojinhas da rede Elo7.

O mix de cores ficou muito fofo e leve, e o amarelo deixou tudo mais alegre! Para dar um toque pessoal e intimista um dia antes da festa corri para revelar algumas das melhores fotos do João Marcelo, coloquei em porta-retratos e usei na decoração. Adoro usar foto para decorar festa, fiz isso no meu casamento e amei o resultado. Acho que deixa a festa mais com a cara da pessoa, no caso com a carinha linda do meu príncipe.

Como lembracinhas mandei personalizar cadernos de colorir com caixa de lápis para as  kids, e mini baleiros para os adultos. Mas teve gente grande “roubando” os cadernos de colorir e muita criança que saiu carregada de mini baleiro, kkkk. Afinal, ser feliz não tem idade, né gente? Os mini baleiros são da loja Santo Desconto, o topo de bolo foi da Tibilina Biscuit, os cadernos de colorir da Mimos & Co., tudo Elo7. Já a decoração quem fez foi uma moça aqui de Guarulhos, da Universo da Brincadeira (telefones: 11 2401-0871// 99375-1722).

Encomendei forminhas de doces personalizadas, mas não entregaram a tempo 🙁 . Não me atentei e só depois vi que a loja era do norte do Brasil. A encomenda ficou presa no correio duas semanas e chegou dias depois da festa. Uma pena, pois as forminhas eram lindas! Às vezes a gente se empolga e esquece de olhar de onde é a loja, e isso pode fazer toda a diferença. Teve greve dos correios e a encomenda não chegou.

Gostaram? Foi tudo simples, mas feito com muito carinho. Fiquei muito feliz em ver meu filho sorrir e pela alegria das outras crianças.

Não sou da realeza, mas sou mãe de príncipe.
Um príncipe chamado João Marcelinho.

Look do João Marcelo
Calça e colete: Polo Ralph Lauren kids
Babador triângulo: H&M

A primeira copa do mundo do meu bebê

A primeira copa do mundo do meu bebê

Oi gente, tudo bem? Estou me divertindo muito nessa copa, e vocês? É a primeira copa do meu filho, João Marcelo, sete meses de amor e pura gostosura. O legal é vesti-lo com as cores do Brasil e brincar de bola com ele. Acho tão fofinho bebês com o uniforme da seleção!

A seguir, a primeira copa do mundo do meu bebê nas “palavras” do próprio Marcelinho.

“Oi você que lê o blog da minha mamãe. Tudo bem? Meu nome é João Marcelo e eu tenho sete meses de idade. Sou fofinho, sorridente e um bebê muito feliz. Essa história de Copa do Mundo começou em abril, quando minha mamãe me comprou uma mini bola de futebol. Eu nem conseguia segurar a bola gente, mesmo assim fiquei bem na foto, não acham?

foto 1 foto 2

Um dia vi uma movimentação em casa. Minha mãe toda ocupada pendurando coisas, com uns panos coloridos. Ela me explicou que eram bandeiras: do Brasil e da Alemanha, país do meu pai. Mas eu estava meio confuso. “Copa do Mundo… O que é isso”?

image_2foto 2

E depois de ver mamãe e papai falarem tanto sobre isso, entendi que a copa do mundo é um evento no qual 32 países enviam homens para um outro país para ficarem correndo atrás de uma bola. Quem chutar a bola mais vezes dentro do gol ganha. Achei estranho, mas parece que o mundo inteiro se diverte com isso. Então eu fui me divertir também. Minha titia me deu camiseta e shorts da seleção brasileira. E a mamãe, toda animada e cheia de alegria, me conta histórias de outras copas e de como é legal ter a copa do mundo no Brasil.

Já estou amando a copa, gente! Nos jogos do Brasil e da Alemanha eu fico com os meus pais e é tão divertido!

image_5

Na manhã da abertura da Copa a gente já acordou tirando fotos. E eu fiz as honras da casa com a bandeira do Brasil.

image_1

No jogo Brasil e México já arriscamos uns acessórios mara. Mamãe e eu formamos uma bela dupla, não acham? Aí veio Brasil e Camarões e foi só festa! Assumi de vez meu DNA verde e amarelo.

image_8 image_7

Europeus, latinos, africanos, não importa quem ganhe. A bola da copa e a taça do mundo já são minhas! Se a taça vai ser vestida de verde e amarelo ou de preto e vermelho já não sei.

image_6

E a mamãe agora tem uma desculpa pra usar verde e amarelo dia sim dia não. Mas… eine Minute, bitte! E a minha camiseta da Alemanha? Eu também sou alemão, né gente? Mamãe disse que vai providenciar. E hoje vou com meu papai na casa do vizinho alemão torcer para nossa ‘Deutschland’ contra a Argélia. Hopp Alemanha!

Ué… Mas vejo a mamãe torcendo para a Suíça também. Ah, ela disse que é o país onde ela viveu sete anos, onde conheceu meu pai e também o país do meu irmão mais velho. Tá explicado. Então aí vai: Hopp Suíça!!

image_4

Parece que essa tal de copa volta em quatro anos. É bom saber, porque até lá vou poder eu mesmo correr atrás da bola, ao invés de só ficar olhando o Fred correr correr e nunca chegar.

image_3

Como sou um bebê com muitas facetas, meu lado German vocês vão ver em outro post. Beijos”.

SOBRE PL

O Passaporte voltou, sempre interagindo com seus seguidores, com dicas e informações do mundo da moda, beleza, turismo, entretenimento com um olhar de quem vive buscando o inusitado!

Desenvolvido por Digital Helper
Copyright © 2020 Passaporte do Luxo.Todos os direitos reservados.