Feminino ou masculino? Entenda a moda genderless

A aposta no unissex vem pra coroar um fenômeno que cresce cada vez mais. Desde que Bruce Jenner assumiu-se como mulher transgênero, passando a se chamar Caitlyn Jenner assuntos relacionados ao gênero vem sendo discutido cada vez mais. Nas artes, na moda e na cultura em geral as fronteiras do feminino e masculino estão cada vez menores. A tendência genderless pode ser interpretada como um movimento que prega a neutralização de gêneros. Genderless, em inglês, na tradução literal, significa sem gênero. As pessoas querem se expressar através da moda, dizer quem são e como se sentem. A roupa é uma maneira de comunicar ao mundo quem você é. Menino que gosta de saia? Menina que usa cueca? Why not? Feminino ou masculino? Entenda a moda genderless.

mooi1-600x600

Em tradução livre, a moda unissex saiu das passarelas para provar que não existe “roupa de menina” e “roupa de menino”. A luta por igualdade e o empoderamento das mulheres trouxeram a possibilidade de vestir-se com aquilo que a faz sentir bem e quebrar estereótipos. A famosa Selfridges, de Londres, recentemente abriu uma genderless pop-up store, e isso com certeza indica uma mudança de visão na indústria do varejo. Seria interessante ver fast fashions como C&A ou H&M fazerem o mesmo pra ver a resposta do grande público, já que a Selfridges não é para todos os bolsos.

Entre as marcas de alto padrão, Donna Karan NY já apostou no setor e criou até campanha dentro do universo genderless. Será que em breve teremos lojas com seções de roupas sem separação por sexo?

DKNYSP15_MEN_FASH_HI5 genderless2

A Zara é outra rede que apostou na liberdade de gêneros e lançou uma coleção chamada Ungendered, com camisetas, suéteres e jeans. Olhando as fotos, tanto faz se homem ou mulher, as peças realmente funcionam para os dois.

unisex-bermuda-shorts unisex-jeans

Pensando no conceito do “seja quem você quiser” surgiu o site gringo de moda, acessórios e lifestyle You Do You, você faz você, que pode ser interpretado como uma espécie de do it yourself do gênero e personalidade. A idéia é que você é quem decide como se vestir, independente do seu sexo, escolhendo uma moda que melhor se adeque ao seu eu. Isso nos remete a muitas questões, por exemplo, o fato de mulheres deixarem o cabelo crescer e homens ter de cortá-los. Ou o por quê de homens usarem terno num evento social e mulheres irem de vestido longo porque é assim que se espera que elas se vistam. Algumas pessoas estão rompendo com essas regras não escritas e mostrando que sim, somos homens e mulheres, mas o que define o masculino e o feminino na moda pode ser apenas uma convenção/construção social.

O ser e o estar não precisam seguir padrões estabelecidos. Ninguém deveria ter o direito de dizer ao outro o que ele ou ela deve ou não ser. Neste quesito as mulheres parecem ter mais liberdade na hora de se vestir do que os homens. Garotas de boyfriend jeans, jaqueta bomber e tênis mais masculinos já se tornou algo comum. Será que os meninos teriam a mesma aceitação se decidissem usar saia e sapatilha?

JW-Anderson-008

E pra celebrar a liberdade de ser, quero mostrar algumas celebridades que assumem o estilo agender (sem gênero definido) na moda e na vida.

O cantor Pharrel Williams e a esposa
26D52FF600000578-3002605-image-a-16_1426850352293 A modelo Cara DelevigneCxcXE1lMTBAXAhcKAE0ABg8GARYZGU0ADA5MFhMPDAIHEExRU1JVTFNRTAACEQJOBwYPBhUKDQQNBk4EChEPBREKBg0HThAXThUKDQAGDRdOAg0NCgZOAA8CEQhOEwIRChBODwYCB00JEwQ=

Angelina Jolie às vezes aposta no estilo neutroLONDON, ENGLAND - FEBRUARY 16: Actors Angelina Jolie and Brad Pitt attend the EE British Academy Film Awards 2014 at The Royal Opera House on February 16, 2014 in London, England. (Photo by Chris Jackson/Getty Images)

Ruby Rose, de Orage is The New Blackruby-rose


E como não citar a querida Ellen Degeneres, sempre tão elegante?
Ellen-degeneres-161

Vamos dar uma olhada em algumas peças dentro do estilo genderless? Tons e recortes neutros para elas, estampas florais para eles. Esse mood promete unir em harmonia esses dois universos. A moda genderless entra no universo dos acessórios e perfumaria, com proposta de fragrâncias que funcionam para homens e mulheres. Confira abaixo seleção com peças que apostam nessa tendência. Marcas: A. Niemayer, Antix, Arezzo, Calvin Klein, Gatabakkana, Dimy, entre outras.

Existem marcas de roupas infantis apostando no conceito de neutralidade. Mas este é assunto para outro post, pois entra na questão da educação infantil a partir do conceito de gênero como criação social.

Deixe sua opinião nos comentários.

xoxo

0