Uma tour gastronômica pela cidade de São Paulo

Uma tour gastronômica pela cidade de São Paulo

Na correria do dia a dia, às vezes, não nos damos conta das maravilhas que estão bem próximas a nós. São Paulo é uma cidade tão dinâmica que alguns restaurantes incríveis abrem e fecham sem que a gente nem fique sabendo, seja por problemas internos ou por falta de divulgação.

Uma tour gastronômica pela cidade de São PauloUma tour gastronômica por São Paulo

Resolvi fazer uma pequena lista de locais interessantes e me desafiar a conhecê-los num determinado espaço de tempo. Pode ser 1 mês ou 3 meses, ainda não me decidi. Cada um pode fazer a si mesmo, um desafio parecido. Sair da rotina é essencial para o bem viver. You only live once

Amadeus – frutos do mar

Rua Haddock Lobo 807, São Paulo

Os inúmeros elogios ao local o tornam essencial a esta lista. Cozinha mediterrânea e brasileira, fortemente calcada nos frutos do mar, tem excelente localização. Com decoração clássica e ótimo atendimento, é um local indicado para um encontro especial ou uma boa comemoração. Pode colocar em sua lista porque vale a pena!

Kinoshita – comida asiática e vegetariana

Rua Jacques Felix 405, São Paulo

Quem gosta de comida japonesa, chinesa e tailandesa não pode deixar de conhecer este restaurante. Além da culinária asiática, ele ainda tem muitas opções para quem não gosta de comer carne, o que torna um ótimo local para encontrar amigos diversos e experimentar o menu degustação. O chef é sempre muito elogiado. Tenho que provar tudo!

Ristorantino – italiano

Rua Dr. Melo Alves, 674 Jardins, São Paulo

Considerado por muitos, o melhor restaurante de culinária italiana de São Paulo, o local merece a fama adquirida. Ambiente requintado e elegante, sem perder a essência aconchegante. O cardápio é renovado com certa frequência e o serviço é muito elogiado. Vale o quanto cobra.

PedidosJá – todas as culinárias

PedidosJá é um dos meus favoritos quando estou com vontade de comer algo delicioso, mas não quero ir ao restaurante. Eles fazem entregas para a maioria dos melhores restaurantes de São Paulo, seja uma pizza, um sushi, ou culinária chinesa – há algo para todos os paladares.

Please follow us:
Meditação cantada no escuro e novas colaborações

Meditação cantada no escuro e novas colaborações

Por Marcella Paula

O Passaporte do Luxo sempre foi um espaço da Ana Paula se expressar! Mas como ela é phyna e mora na  Alemanha, encontramos a dificuldade de  cobrir cada pauta legal que temos por aqui no Brasil. Sendo assim, estou colocando para fora minhas veias jornalísticas e ajudando-a nesse quesito, vou roubar só um pouquinho da sua atenção. Prazer, eu sou a Marcella, assessora do Passaporte do Luxo e que faz esse bico de blogueira para garantir que o PL seja sempre atualizado e traga as melhores novidades da ponte Europa-Brasil para você!
Meditação no EscuroInspirada pelo post de life coaching e a busca da reconecção da Ana Paula (post que você pode ver aqui), fui convidada para participar de uma meditação cantada no escuro. Fiquei curiosa, sou completamente apaixonada por música e meditar sempre nos tira dos problemas de todo dia. Eu ainda não sabia, mas teria uma experiência bem diferente e conheceria pessoas incríveis.

O espetáculo começa com  o ritual de desligar os celulares e as luzes vão se apagando aos poucos. Ele acontece todas as últimas 5ªs do mês, no Armazém da Cidade, e em cada encontro um convidado conduz a meditação. Por força desse destino maravilhoso, a Renata Rocha, foi a mediadora da vez e nos ensionou uma técnica de meditação por meio da respiração. Se você ainda não conhece o trabalho dela, pesquise um pouco mais aqui.

Meditação cantada no escuro e novas colaborações

A cantoria dos Trovadores Urbanos acontece após um bom tempo de meditação e quando já estamos totalmente no escuro. Segundo eles, “a música no escuro é uma experiência de convivência, que provoca inspiração através da música”. Um estudo de Harvard provou que o cérebro muda a partir da meditação. A plateia fica atenta para o show com o exercício da concentração e respiração, e percebe a melodia e a letra de uma maneira diferente. No meu caso, observei bastante qual reação e emoção cada música me causava, foi surpreendente!

A próxima meditação no escuro será dia 25 de maio, as 21h, no Armazém da Cidade, e terá mediação da Mirna Grzich, uma referência em meditação no Brasil. O valor é de R$45 por pessoa, mas o projeto tem parceria de desconto com o Catraca Livre

Meditação cantada no escuro e novas colaborações

Espero poder falar mais do meu encontro com a Renata Rocha e outras coberturas por aqui. Me conta o que achou do post? Tem dúvidas, críticas, pautas? assessoriapl@passaportedoluxo.com

Please follow us:
Sobre life coaching e como se reconectar consigo mesma

Sobre life coaching e como se reconectar consigo mesma

Hoje, eu quero falar de um assunto que nunca abordei aqui: sobre life coaching e como se reconectar consigo mesma. Comecei a fazer sessões de life coaching com uma conhecida dos tempos de faculdade na Suíça e estou adorando. Não apenas tem me ajudado a voltar a olhar para mim mesma, como tem me feito repensar situações e comportamentos na minha vida. Eu não sabia muita coisa sobre o assunto até que surgiu a oportunidade de fazer sessões. E como estou em um momento delicado da minha vida, pensei “por que não”? E desde então tenho me surpreendido.

Sobre life coaching e como se reconectar consigo mesmo

Acho que antes de tudo é importante dizer que life coaching NÃO é terapia, e o coach não é psicólogo. O profisisonal não está apto a identificar ou trabalhar com problemas psicológicos ou mentais. Life coaching não é algo que vai fazer os problemas desaparecerem, mudar seu relacionamento com o marido/noivo/namorado/pai ou mãe, te fazer obter uma promoção no trabalho. O life coaching vai trabalhar com VOCÊ, e somente com VOCÊ, para que as mudanças que tanto almeja venham de dentro pra fora. Como isso é feito é o que eu vou tentar explicar a seguir. Na definição de Loretta Farisco, Coach de Qualidade de Vida, Coordenadora de Compras e Colaboradora do Site “Trinta e Umas”: “O coaching é um processo que auxilia o indivíduo a atingir objetivos através das ferramentas aplicadas por um profissional treinado para este fim. O processo te auxilia a traçar metas, definir objetivos, ter novas visões de uma determinada situação, ter clareza do que se quer e suas principais motivações, se autoconhecer, ajustar pontos cegos entre outras coisas.

É importante não confundir coach com terapia, já que esta olha para o passado. O coaching olha para o futuro.

Sobre life coaching e como se reconectar consigo mesmoAs sessões de coaching focam em como as coisas são hoje e como queremos que elas sejam num futuro próximo. Por exemplo: se eu digo que sinto que deixei minha verdadeira personalidade de lado em prol do trabalho, da maternidade ou do relacionamento, o coach vai me guiar no sentido de descobrir o que eu poderia fazer, dentro das minhas possibilidades, para começar a trazer de volta a verdadeira Ana Paula, perdida em algum lugar aqui dentro. São metas realistas e totalmente alcançaveis, pois a idéia é ir incorporando as mudanças aos poucos.

No meu caso, por exemplo, começar o dia com uma bela música é algo que passei a incorporar à minha rotina. Esse início de jornada musical traduz um pouco do meu lado leve e espontâneo de ser que eu quero resgatar. Me fazer um elogio a cada vez que eu me olhar no espelho é outra maneira de voltar a ser gentil comigo mesma. De lembrar a mim mesma as qualidades que tenho e que, às vezes, seja pelas críticas das pessoas ou pela baixa autoestima, esqueço.

Para que o coaching de vida seja efetivo, Loretta recomenda que o indivíduo se entregue ao processo de forma plena, de mente e espírito aberto e inteiro. Não tenha medo do julgamento. “O coach está ali para te ajudar, e é extremamente gratificante ver o desenvolvimento dos nossos clientes. Acredite, te julgar é a última coisa que ele quer fazer por você.”

Você é incrível
Sobre life coaching e como se reconectar consigo mesmo

O life coaching tem me ajudado bastante a perceber – e aceitar – que a mudança que queremos tem que partir de nós mesmos. Não podemos mudar o outro, mas podemos mudar a nós mesmos. A dinâmica das nossas interações muda porque mudamos por dentro, resgatamos a autoestima e confiança, estamos mais conectadas com nós mesmas e com o universo. Isso se traduz em saber melhor o que queremos e quem somos, e como reagir às situações negativas e pessoas tóxicas. Quando nos conhecemos melhor, fica mais fácil não se deixar contaminar por excesso de críticas, negatividade e falta de estímulo. Nós somos nossas maiores estimuladoras. Precisamos aprender a não depender da validação dos outros para nos sentirmos bem e guiar nosso caminho. Afinal, a jornada é nossa e devemos trilha-la com nossos próprios sapatos.

Outro aspecto importante é identificar o porquê de não estarmos alcançando nossos objetivos. Por que aquele projeto nunca saiu do papel? Por que não estou contente com meu corpo, mas não faço nada para mudá-lo? Achar a raiz da inércia é vital para entender as razões que “emperram” nosso desenvolvimento como pessoa. E uma vez identificadas as causas, fica mais fácil atacar o problema. 

Sobre life coaching e como se reconectar consigo mesmo

Por que procurar um profisisonal de life coaching (ou coaching de vida em português)?
Para Loretta Farisco, “nosso cérebro é o maior sabotador de sonhos que temos. É incrível como criamos teorias, histórias, verdades para nós mesmas. Todas nós fazemos isso o tempo todo. O coach te ajuda a ver e a vencer estes bloqueios que sozinha você não irá conseguir.  Ele te ajuda a vencer a zona de conforto.”

Por hoje é isso, galeres. Pretendo falar bastante desse assunto aqui no blog. Fiquem ligados, porque da próxima vez vou dar dicas de como podemos ser mais gentiis com nós mesmas e nos tornamos mais positivas. Autoestima é o caminho.

beijos e curtam-se muito.

Loretta Farisco no Facebook
Blog Trinta e Umas

Please follow us:
Heitor Drapier oferece serviço VIP nas principais semanas de moda

Heitor Drapier oferece serviço VIP nas principais semanas de moda

Você já sonhou em sentar na primeira fila de um desfile de moda badalado? E que tal ter acesso aos bastidores com todo aquele zunzunzum de gente descolada? Dizem que as festas pós-desfiles são um A-R-R-A-S-O! Seu convite para a NY Fashion Week pra sentar ao lado da Rihanna, se perdeu no correio pode estar nas mãos de um badalado brasileiro com acesso aos lugares mais quentes e disputados nas principais capitais do mundo. Estou falando do Heitor Drapier, que foi por 16 anos diretor de uma loja da Armani, na Holanda, e hoje tem uma empresa de lifestyle em Washington, nos Estados Unidos. A especialidade dele é garantir que suas clientes tenham passe livre em desfiles, festas e bastidores de Nova Iorque, Milão, Paris e Londres.

HD Lifestyle, empresa do Heitor, oferece um serviço ainda quase desconhecido no Brasil. Trata-se da “Luxury Fashion Week Experience”. Sim gente, uma experiência única no mundo da moda e do luxo agora pode ser contratada e personalizada. O Heitor é íntimo de várias personalidades que circulam nas principais semanas de moda internacionais, por isso pode oferecer passe livre a tudo o que rola nestes eventos. Sim, você vai sentar na primeira fila. Sim, você vai trocar figurinhas com estilistas badalados e VIPs nas festas cheias de celebridades. Então vai preparando o bom papo, porque a HD Lifestyle vai te colocar no front, mas saber fazer marketing pessoal e networking vai te ajudar a alavancar. No Brasil, a Ana Paola Diniz já contratou duas vezes este serviço, assim como a influenciadora digital Martina Ritter.

Heitor Drapier oferece serviço VIP nas principais semanas de modaFiz uma entrevista por e-mail com o Heitor para saber um pouco mais sobre esse mercado e o trabalho da HD Lifestyle. Ficou bem bacana!

PL – Gostaria que você falasse mais da HD Lifestyle para eu entender mais, e quais serviços ela oferece, além do público-alvo.

Sempre gostei de moda. Trabalhei como diretor e “head-buyer” da Armani para o mercado da Holanda por 16 anos. Quando me mudei para os Estados Unidos, em 2015, fiquei alguns meses pensando como poderia traduzir toda minha experiência e contatos em uma forma de trabalho. Tudo surgiu com a oportunidade de fazer compras para uma cliente VIP que não estava satisfeita com a “personal shopper” dela na época. Minha relação desenvolveu com essa cliente e decidi, então, criar uma experiência ligada à Fashion Week. Perguntei se ela estaria interessada em ter essa “Luxury Experience”, e a resposta foi “sim”. Comecei, então, a agregar no mesmo trabalho consultoria de imagem, “travel blog”, “personal shopper” e o que chamo de “Fashion Week Experience”. Percebi aos poucos que o que eu ofereço também pode ter entrada do Brasil. Contratei uma assessoria de imprensa e fortaleci o marketing digital no meu país de origem através do Eduardo Drapier, que é meu sobrinho e também faz parte do grupo da HD lifestyle.
A empresa foi aberta com a ajuda da minha primeira parceira, Ana Drapier, que me dá uma força incrível na parte de organização e finanças, pois sou muito criativo, mas um bagunceiro com papéis (risos). 

PL – Quem procura pela Luxury Fashion Week? Aspirantes a it girls? Socialites? Blogueiras que querem “acontecer”? Artistas desconhecidos que buscam fama?

Basicamente, temos como clientes socialites que gostam da moda exclusiva, esposas de esportistas e blogueiras. Elas buscam a HD por motivos diferentes: umas querem ter acesso aos itens que ainda não saíram nas boutiques, ou que são “collect items” (que não se encontram mais); outras, por precisarem de ajuda em seus perfis nas mídias digitais; e há aquelas que desejam fazer parte da experiência de um desfile ou de uma festa exclusiva. Mas todas são motivadas por uma paixão em comum, que é o glamour e a sensação de estarem vivenciando algo que é para poucos. 

Com Paris HiltonHeitor Drapier oferece serviço VIP nas principais semanas de moda

Com Kim KardashianHeitor e Kim Kardashian

PL – Como o serviço é oferecido? O cliente te procura ou você tem seus targets e vai atrás dos clientes?

Tenho um trabalho de marketing digital que está em franca ascensão. Acreditamos que devemos crescer de maneira forte e real, sem compra de seguidores ou “likes”. Então, as pessoas que buscam a HD lifestyle vão ao nosso site (www.hdlifestyle.club) e fazem contato. Daí, mandamos um questionário para entender os desejos dos nossos possíveis clientes e assim poder traçar uma trajetória que será satisfatória para as duas partes. O Eduardo tem grande parte no sucesso desses contatos que chegam do Brasil, já que ele é muito bem relacionado. Além disso, claro, tenho muitas conexões no mundo da moda. Por meio delas, outros clientes interessantes também nos procuram. 

PL – Quanto custa a Luxury Fashion Week Experience?

O pacote depende do desejo de cada cliente. Há os que prefiram alguns desfiles, outros são mais interessados em determinadas festas e contatos com estilistas e personalidades… É difícil te dizer um valor.  

PL – Quem busca esse tipo de serviço quer o quê especificamente? Uma foto na imprensa ao lado de uma celebridade? Ter a oportunidade de encontrar pessoas influentes? Fazer networking? ‘Vender’ seu peixe num ambiente cheio de figuras importantes? 

Tem cliente que visa fortalecer sua imagem internacional para ter uma repercussão maior no Brasil. Outros preferem mudar a imagem e ter acesso a artigos mais exclusivos, que não se encontram na cidade ou país onde moram. “Vender” seu peixe num ambiente cheio de figuras importantes também é uma parte interessante neste processo. Já tive clientes interessadas em expandir networking e, quanto mais contatos elas estabelecem, melhor, né? 

PL – Heitor, com as mídias sociais temos o fenômeno da celebridade instantânea. Um dia a garota é uma blogueira desconhecida. No outro ela vira influencer no Instagram e se vê cercada de mimos e convites para todo tipo de coisa. Como você vê esse fenômeno? Ele vai durar? Quando o boom passar, quem vai sobreviver no mercado de celebridades da internet?

Este mundo está cada vez mais competitivo. Para ter sucesso, a pessoa precisa estar sempre à frente do “trend”, pois o que todos estão buscando é o exclusivo, o diferente. As blogueiras e as “digital influencers” precisam de um conteúdo mais consistente e interessante – ou seja, oferecer mais que uma foto no Instagram. Vale uma pequena reportagem em seus blogs, trazendo sua própria experiência para um nível mais profissional e comercial. Acredito que o e-commerce entre as blogueiras será a próxima página para esse campo de trabalho. Estamos cada vez mais conectados aos nossos celulares do que ligados às revistas físicas de moda ou jornal. Tudo agora é via digital. 

Com Ana Paola DinizVisitando a nova sala da Moschino com Ana Paola Diniz

PL – O que você diria para quem quer se tornar influente hoje em dia? Onde ir? Que tipo de pessoa encontrar? Com quem cultivar relacionamentos? Como a HD Lifestyle pode ajudar essa pessoa a conseguir seus objetivos?

Primeiro você precisa gostar do que faz: são muitas viagens, vivendo dentro de quarto de hotéis pensando no próximo “outfit”, pensando se você vai sair na próxima edição de alguma publicação, ou se alguém vai escrever sobre você. Se é isso que você realmente deseja, tenha perseverança, acredite no que faz, seja consistente e profissional. Seja sempre pontual (pois nesse mundo tempo é realmente dinheiro), honesta e evite ter uma opinião pessoal sobre as amigas (os) competidores (as). Não compre seguidores e trabalhe bem o seu marketing digital. Pense em e-commerce, pois o futuro está aí. Tem lugar para todos. Só não tente ser uma pessoa ou ter uma imagem que não é a sua. Essa vida parece muito mais glamourosa do que realmente é.

Heitor por Heitor
Heitor Drapier se define como um facilitador para pessoas de alto poder executivo. Suas clientes apostam em seu know-how e bom gosto para escolher desde que roupa vestir em determinadas ocasiões até o local onde irão passar as férias. A HD Lifestyle organiza as compras das passagens, as reservas de hotel e seleciona algumas atrações.

Com Lenny KravitzHeitor e Lenny Kravitz

Please follow us:
Restaurante alemão Glück Tartelette Gourmet inaugura em São Paulo

Restaurante alemão Glück Tartelette Gourmet inaugura em São Paulo

É fã de comida alemã? Nunca experimentou uma Bratwurste da Bavária? Kein Problem! O restaurante alemão Glück Tartelette Gourmet inaugura em São Paulo com opções típicas e preços convidativos. Das receitinhas de avó, descobertas culinárias em viagens à Alemanha, e muita receita feita em casa, Ana Luisa e Gilberto Kugelmann tiveram a idéia de trazer algo diferente para o Brasil. O restaurante surgiu também para mostrar um pouco da cultura alemã, país de origem da família Kugelmann.

Restaurante alemão Glück Tartelette Gourmet inaugura em São Paulo

A linha culinária do restaurante é de uma comida mais caseira e tradicional. O carro chefe da cozinha do Glück são as tartelettes. Tem opções salgadas e doces com receitas típicas. “Para garantir o sabor e a leveza dos nossos pratos importamos alguns ingredientes, como farinhas especiais e temperos da Alemanha. A combinação desses ingredientes proporciona uma incrível fusão de sabores e aromas indispensáveis ao preparo dos nossos produtos”, diz Ana Luísa Kugelmann. Detalhe importante: a massa das tartelettes é sem lactose e todos os produtos usados pelo Glück são livres de conservantes.

conditorei-coppenrath-und-wiese-albrechts-patisserie-konditorei-toertchen-torten

Na hora do almoço, por exemplo, é possível pedir um prato do dia acompanhado da tradicional cerveja alemã Paulaner. E como não poderia deixar de ser, as opções de sobremesa contam com torta alemã e bolo de queijo, o famoso Käsekuchen, que eu amo de paixão! Nossa gente, deu até vontade de correr ali na outra rua comer um bolo de queijo Quark 🙂 O restaurante também vende alguns produtos importados por eles mesmo.

Restaurante alemão Glück Tartelette Gourmet inaugura em São Paulo

O Glück é aquele lugarzinho bacana com jeitinho de cozinha caseira alemã, inspirada na avó do Gilberto, que veio para o Brasil durante a II Guerra. A proposta do Glück é oferecer uma viagem no tempo pelo sabor. Sabor da Alemanha em plena São Paulo. É pra sair de lá muito glücklich (feliz). 

Glück no Facebook
Endereço: R. Conde de Porto Alegre, 1.366 – Campo Belo

Telefones: (11) 2495-9202 / 5093-5813
Segunda a Sexta das 10h às 22h e aos Domingos das 11h às 19h
Aceita encomendas, mas não oferece serviço de entrega. 
Manobrista no local.

A Marcella Paula, assessora do blog, visitou o Glück na ocasião da inauguração representando o Passaporte e a convite dos donos. 

Please follow us:
Passeando em Paris com carrinho de bebê

Passeando em Paris com carrinho de bebê

Paris é Paris, mesmo com carrinho de bebê. Andar pela cidade empurrando o pequeno não é problema, pelo contrário. É bastante agradável, com calçadas largas e planas, muitos parques e pracinhas de jogos, e muita coisa para ver! E quando cansar, é só parar num café e dividir un pain au chocolat com seu baby.

IMG_9852 IMG_9818

Eu adoro andar a pé, gente! Acho um desperdicício ficar underground numa cidade maravilhosa como Paris. Porém, é uma cidade relativamente grande, e usar o metrô é uma necessidade real. Aliás, o metrô funciona bem e cobre a cidade inteira. O inconveniente de sair com carrinho de bebê de metrô, é que a maioria das estações são antigonas e não tem elevador. Resultado: se estiver sozinha, vai se ver parada em frente às escadas, esperando pela boa vontade alheia. Mas, não se preocupe, ao ver uma situação dessas, os parisienses param e oferecem ajuda.

Eu não tenho nenhum problema em sair e contar com a ajuda de estranhos para levantar o carrinho nas escadas. Sou despachada e acho que confraternizar com estranhos é uma ótima maneira de “se apropriar” da cidade, de viver localmente. O João Marcelo fez dois anos e anda e corre que é uma beleza. Porém, ainda preciso do carrinho. Quando ele cansa pede colo. E queridas, dar colo para um meninão de mais de 13 kg é dor nas costas na certa, kkkk. E no carrinho ele tira sonequinha e dá um refresco pra mamãe aqui tomar um café ou babar nas vitrines de moda.

IMG_9703 Marcelinho, causando em Saint-DenisIMG_9746 Uma rua em Saint-DenisIMG_9739 IMG_9722 IMG_9751 Uma das coisas de que gosto é andar pelos mercados e ver a diversidade das especiarias, queijos e vinhosIMG_9754 Mesmo que você conheça pouco a cidade e não souber onde ir, a Champs-Elysées está aí pra ajudar. Subir de um lado até o Arco do Triunfo, e depois descer do outro até a Place de la Concorde é um programa delicioso. As pessoas, as vitrines, as línguas, a arquitetura. Tudo impressiona.IMG_9768Marcelinho sendo ele mesmo…
IMG_9822 IMG_9772

Na Champs-Elysées é comum ver esses carrões estacionados para os turistas darem uma voltinha (paga). Resolvi brincar de rica… he he.IMG_9801 IMG_9784 IMG_9828

Paris oferece bons programas para crianças, além de ter parques ótimos para piqueniques ou para dar a meninada correr solta. Logo mais falarei deles.

au revoir

Please follow us: