Veja dicas para diferenciar uma Louis Vuitton falsa da verdadeira

Louis-Vuitton-Logo-2013-Background-HD-WallpaperEsse post não tem a intenção de criticar quem quer que seja, é apenas um texto informativo baseado nas dicas que coletei no site americano eBay e na minha experiência pessoal. Achei que pudesse ser bem útil falar sobre isso, principalmente por que o mercado de artigos de luxo usados cresce cada vez mais, e em plataformas de compras on-line como eBay ou Mercado Livre dá pra achar coisas muito bacanas a preços bem convidativos.

Sites de venda de artigos grifados de segunda mão são muito populares na Europa. As pessoas enviam o artigo a ser vendido para ser avaliado por “experts” do site que, somente após atestarem a autenticidade do mesmo o colocam à venda. No Brasil, a prática ainda não é muito comum, em parte por causa do preconceito que algumas pessoas têm com artigos de segunda mão.

Após sete anos morando na Europa, posso dizer que é um preconceito bobo. Quem conhece o mercado do luxo sabe que artigos desse naipe desvalorizam bem pouco, e geralmente quem tem uma bolsa de grife sempre guarda o cartão de autenticidade e a embalagem original, duas coisas que valorizam o produto no caso de uma possível venda. Além disso, uma bolsa Louis Vuitton que custa 3 mil reais no site da marca pode ser vendida, mesmo após três anos de uso, pela metade do preço caso esteja em bom estado de conservação. É um mercado quente, que cresce cada vez mais e que, com toda certeza, vai seduzir as fashionistas brasileiras.

A grande questão é: como diferenciar o joio do trigo? Entre tantos vendedores que oferecem bolsas de grife nesses sites mais populares, como saber se a bolsa é original ou não? Como saber se não estamos comprando gato por lebre? Calma lá. Em primeiro lugar, existem algumas regrinhas que eu mesma já tinha percebido até mesmo antes de me deparar com as dicas preciosas do eBay. Quando adquiri minha primeira Louis Vuitton, em Barcelona, na loja da marca, prestei atenção em como a bolsa veio embalada e nos detalhes do acabamento. Se você viu aquela bolsa de grife linda com a qual sempre sonhou e acha que vale o investimento, mas está insegura, continue lendo esse post e veja dicas para diferenciar uma Louis Vuitton falsa da verdadeira. Para isso, dividi o post em duas partes. Eis a primeira:

As minhas dicas pessoais

– Em primeiro lugar, conheça os modelos das bolsas da sua marca favorita. Existem bolsas “de grife” à venda em sites cujos modelos simplesmente não existem na loja original. O cara inventou um modelo, copiou o tecido, jogou uns monogramas e pos à venda. Ou então rascunhos de desenhos dos modelos vazaram, mas a marca desistiu de fabricar o modelo, que mesmo assim foi pirateado. Fique de olho. Visite o site da marca e veja se aquele modelo existe realmente.

Veja dicas para diferenciar uma Louis Vuitton falsa da verdadeira– Bolsas Louis Vuitton originais NÃO vêm com plástico nas alças como a gente vê em muitos sites.

Atenção aos monogramas e ao logo da LV. Em MUITOS casos, o logo está ligeiramente torto, invertido ou errado mesmo. São erros que, se a gente não olhar com calma, podem até passar despercebidos. Conheça a marca pra aprender a identificar um logo falso de um verdadeiro.

– As alças! Essas são um caso à parte. Repare bem na posição das alças e, caso elas tenham aqueles botõezinhos dourados com o nome “Louis Vuitton” bem pequenininho gravado, veja onde os botões estão colocados. Em bolsas falsas, eles geralmente estão no lugar errado. Compare a foto da bolsa que pretende adquirir com uma foto do site da marca e veja se há alguma diferença.

– Em uma peça original, o “LV” NUNCA estará cortado pelo meio, como acontece com bolsas “fake”.

Compare a fonte usada para escrever os dizeres “Louis Vuitton Paris, Made in France” com a fonte de uma bolsa do site da Louis Vuitton. É a mesma fonte?

Continua…


Keywords: acessórios, bolsas, compras, fake e original, Louis Vuitton, luxo
COMPARTILHE